CIN CIN
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços concorda com a nossa utilização de cookies.OKSaiba mais
| | |  
LatestContents
PENSAR VERDE. PINTAR VERDE.

Na altura de pintar a casa, a azáfama é grande e por vezes são esquecidos alguns cuidados que lhe permitem poupar dinheiro e contribuir para diminuir a sua pegada ecológica. Através de pequenos gestos, é possível reduzir o consumo de recursos naturais e o gasto de energia. Aqui tem as dicas verdes da CIN que vão ajudar o ambiente.



ANTES DAS PINTURAS

Para uma melhor qualidade do ar. Opte, sempre que possível, por tintas de base aquosa. As vantagens em relação às de base solvente são inúmeras: têm um cheiro menos intenso, secam por norma mais rápido, são mais fáceis de limpar e sobretudo têm menos Componentes Orgânicos Voláteis (COV) na sua composição, o que só vai beneficiar a sua saúde e o ambiente, já que o ar, com menos COV, é um ar de maior qualidade.

Calcular para não desperdiçar. Antes de comprar a tinta, estime a quantidade de que vai precisar com a Calculadora da CIN, evitando sobras.

Mais luz com cores claras. Escolha cores claras e/ou com brilho se a divisão precisar de muita luz. As tintas claras e/ou brilhantes reflectem a luz do sol e isso evita que utilize muito a luz artificial.

DURANTE AS PINTURAS

O tabuleiro pode fazer a diferença. Evite pintar directamente da lata porque o pincel pode estar um pouco sujo e estragar a tinta. Opte por usar um tabuleiro, é muito mais prático!

Utilize tabuleiros de cartão reciclado e biodegradável. No final da pintura só tem de colocar o tabuleiro no ecoponto. Desta forma, não gasta água e recicla material.
Se utiliza tabuleiros tradicionais, forre-os com um saco plástico antes de colocar a tinta. Assim, na hora de arrumar, é só reciclar o saco e está limpo sem gastar água.

Poupar mesmo durante a pausa. Se vai interromper a sua pintura por algumas horas, não desperdice água a lavar o rolo, pincel ou trincha. Embeba-os em tinta e coloque-os suspensos dentro de um saco de plástico, evitando que os utensílios fiquem inutilizados.

DEPOIS DAS PINTURAS

Lavar correctamente os acessórios. No final das pinturas, para lavar os rolos e as trinchas tenha em atenção o tipo de tinta. Se for de base aquosa, lave-os com água preferencialmente num recipiente e não com a água da torneira a correr. Se a tinta for de base solvente, tem de usar diluentes que infelizmente libertam COV. Para minimizar a quantidade usada destes agentes de limpeza, recomendamos que antes de lavar os acessórios, escorra bem toda a tinta em excesso, utilizando um jornal, reciclando-o depois de forma responsável.

Renovar com imaginação. Não deite fora a tinta que sobrou! Guarde, é ideal para fazer pequenos retoques. Se tiver crianças, aproveite a pouca tinta para fazer desenhos com stencils nos quartos. Se tem veia de artista, utilize as tintas acrílicas para pintar e inventar. Veja dicas originais em cindecor.

Guardar no sítio certo. Quando guardar as tintas, evite colocar junto a aquecedores, em locais onde o sol incida ou que sejam demasiado frios porque a tinta estraga-se.

Doar a quem precisa. Se não quiser guardar a tinta, pode sempre doá-la a instituições de solidariedade social. As novas cores serão sempre bem recebidas por estas comunidades.

Reciclar como sempre. Recicle sempre as latas vazias no ecoponto mais próximo, sejam metálicas ou plásticas. Recicle também os catálogos que não utilizar.

sobre nós | contactos | privacidade | termos e condições | litígios de consumo | cookies | glossário | mapa do site
Site optimizado para resolução 800x600 - IE - Flash - Acrobat Reader